quarta-feira, 17 de junho de 2015

no facebook.


[4 de junho] e
stamos no 4º dia da nossa semana sem televisão.
perguntei ao pai se alinhava numa semana sem televisão. não acho que eles vejam televisão a mais, mas gostava que vissem ainda menos. às vezes é mais fácil ligá-la. o pai disse que sim e no domingo à noite desliguei-a. pensei que se as coisas corressem bem então podíamos desligá-la todos os meses, pensei que se as coisas corressem mal então tínhamos mesmo de a desligar todos os meses. e eu conheço bem os meus filhos: antecipei muitas lágrimas. preparei-me para ouvir vezes sem fim: já funciona? eu sabia que o miguel ia gritar desesperado pelos dinossauros. eles iam chorar só porque não funcionava mesmo que não a quisessem ver. e o que é que aconteceu? nada. não houve até agora nem uma lágrima. no primeiro dia, nos primeiros 10 minutos eles tentaram ligá-la de todas as maneiras: carregaram em todos os botões, fizeram muitas perguntas. e depois eles esqueceram. e ainda nem se lembraram de ir ligar a que está no meu quarto, nem se lembraram de pedir para ver o que quer que seja no you tube. nos últimos dias eles inventaram brincadeiras novas e ajudaram-me mais. lemos o triplo das vezes. às vezes enquanto cozinho ouço-os: deitados no chão da sala com as pernas no ar a conversar: ela pergunta-lhe se de carro se conseguia ir à lua ou se demorava muito tempo. o miguel pergunta-lhe se na lua também há dinossauros. e outras vezes eles ficam em silêncio, aborrecidos, a olhar para o vazio, perdidos nos seus pensamentos. e não faz mal.
desligar-lhes a televisão já me fez ver muitas coisas, mas a mais importante de todas foi esta: eu AINDA estou a conhecer os meus filhos. conheço-os tão bem: não sei tudo sobre eles. e eles surpreendem-nos sempre. todos os dias.


o regresso aos dias com televisão: ontem logo pela manhã levámos o migas à estefânia, passou a noite com febre muito alta e dizia que lhe doía a "gaganta". tem amigdalite. quando voltámos a televisão distraiu-o como nos distrai a todos quando estamos doentes. encantaram-se com a nova heidi. mas noto diferenças: ontem ao fim do dia não quiseram ver nada e voltaram aos livros. hoje quando acordaram não a ligaram logo e foram na mesma comigo para a cozinha. entram na sala e até se esquecem que ela já liga. as crianças são assim: habituaram-se a estar sem ela, agora o tempo trata do resto. talvez se repita por aqui a semana sem televisão. talvez uma por mês. logo se vê.
eu gostei muito: agora que sei que a televisão não é assim tão importante para eles já não me sinto culpada quando os deixo em frente ao ecrã e demoro mais 5 minutos no banho. foi uma boa semana, uma experiência positiva para todos.

                                                                     ...........

igreja de são domingos: para mim a mais bonita de lisboa. gosto sempre de lá entrar, hoje entrei lá com eles. quando vi que era hora da missa peguei-lhes na mão e dei meia volta, ela disse: quero ficar. e ficámos. o miguel sentado em silêncio numa cadeirinha de madeira, de sobrolho franzido, balançava as pernas para a frente e para trás. ela ajoelhou-se como as senhoras, juntou as mãos, fez perguntas muito baixinho: quem é aquele senhor? o que é rezar? o que é amén? e eu dei-lhe respostas. quando a leitura terminou procurei pelos nomes junto das figuras e eles repetiam devagarinho: nossa senhora de fátima. foi bonito. nunca rezei, nunca decorei o pai nosso ou a avé maria, não sei nada sobre santos, nunca li a bíblia. não acredito. mas hoje quando ouvi pela primeira vez o som da voz deles a repetir estas palavras ganhei um bocadinho de fé. ela a dizer nossa senhora muito baixinho enquanto arrastava a mão pelas paredes de pedra. ele no meio da igreja, tão pequenino, perdido a olhar para o tecto. eles em silêncio a ouvir as vozes de quem ainda cantava. e fomos felizes ali, só porque ficámos.

3 comentários:

  1. Excelente ideia :D Quando tiver filhos também quero fazer essas experiências ;)

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Tão bom acompanhar com vagar o crescimento dos nossos meninos. Um dia mais tarde, quando eles tiverem ganhado asas, vai ter este tesouro onde os encontrar...

    ResponderEliminar