quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

estes dias.

 
***
[de todos os meninos do parque, o melhor amigo da maria é o vicente. ainda só gatinhavam quando se conheceram. quando os dias são grandes eles brincam no parque até escurecer. ela corre para a porta quando ele chega da escola, ele grita por ela: maria, maria. mas já passaram muitas semanas desde que eles estiveram juntos. meses. e, às vezes, ela chora porque ele não está lá quando chegamos. ela fez-lhe um postal de natal que ainda não lhe entregou: é uma prenda com a fotografia dela lá dentro. quando apago as luzes e nos deitamos, às vezes pergunta: achas que o vicente já está a dormir? do parque podemos ver a janela da casa dele. ela olha para lá muitas vezes: nunca aparece ninguém. ela pára e olha para lá e depois olha para mim: mamã, ele não está lá. e eu fico triste por ela. e na segunda-feira quando fomos ao parque levei um pau de giz. chamei-a: adivinha o que é que vamos fazer. ela adivinhou logo. disse-me o que queria escrever se soubesse desenhar as letras. e debaixo da janela dele eu escrevi por ela: vicente, tenho saudades tuas. hoje quando lá chegámos ela viu uma resposta: eu também tenho muitas saudades tuas. ela gritou: ele viu, ele viu. e, desta vez, ela tinha um sorriso no rosto quando olhou para a janela dele: ela não o viu mas sabia que ele continuava ali. e um dia vão brincar outra vez.]

13 comentários:

  1. Isso sim é amizade pura!

    ResponderEliminar
  2. http://4.bp.blogspot.com/-yZoJHjN4yTE/VMo-GMmoSEI/AAAAAAAAHkQ/i5T-lWFgxfg/s1600/21.jpg

    esta foto fez-me rir tanto! :)))

    ResponderEliminar
  3. Que gesto tão bonito!

    ResponderEliminar
  4. é mesmo!! Tão bom vir aqui!! até me arrepiei desta vez :)

    ResponderEliminar
  5. Já ganhei o dia com este post tão maravilhoso! Obrigada! ♥

    ResponderEliminar
  6. Já sigo o teu blog há muito tempo. Ainda desde a altura do pssht ó menina. Fui acompanhando as diversas mudanças, as diversas fases. Vou ser tia brevemente, e as coisas não têm corrido como esperado. Mas ver o que fazes e fizeste, e como consegues dar tanto aos teus filhos, inspira-me - muito. Às vezes pareces triste, por não poderes dar mais aos teus filhos (se calhar é uma interpretação errada), e aquele post em que falavas de como não gostas de aparecer nas fotos, deixo-me marcada. A verdade é que acho-te genial. Conheço muito poucas pessoas com tanta imaginação, e tanta vontade de se dedicar aos filhos, em vez de simplesmente os abandonar em frente a tv; e de fazer tanto com tão pouco. As fotografias são inspiradoras, o dia a dia também. Adoro vir cá, ver alguém sem preocupações de seguidores, de partilhar fotos de filhos, de opiniões de outros, etc. Adoro a simplicidade! E as fotografias da Maria, ela ri na maioria, só me deixam com um sorriso, porque é claramente uma criança feliz.
    Decidi escrever hoje, acho que pela primeira vez, porque é um post realmente bonito.
    Desejo-vos as maiores felicidades

    Telma

    ResponderEliminar