quinta-feira, 20 de novembro de 2014

estes dias.


ele quer morar numa loja de doces. ela vai de pijama para todo o lado. ela cheira-o quando ele não a quer beijar. fomos ao parque muito cedo. rapunzel outra vez e outra vez. ela não quer que a prima cresça. saimos poucas vezes à noite: ele estava à procura das estrelas. vejo o sol, as nuvens e um rato no desenho do miguel. pesca. ele chora sempre que lhe digo que o avô é meu pai. o miguel está apaixonado por ela. enfeites para a árvore de natal. national geographic e bananas: ele não está a ouvir uma palavra que ela diz. ele reuniu os amigos para lhes ler um livro.

6 comentários:

  1. Cada vez que aqui venho me encanto mais como a forma como tu e os teus filhos vivem os vossos dias, dá-me uma sensação de paz, de dança entre vocês... Não sei explicar, como se fazer de escola em casa e andar sempre com as crianças por todo o lado fosse a coisa mais tranquila e pacífica do mundo. E adoro a forma como eles saem de pijama para a rua, a forma como reiventam os dias, e sinto-me uma mãe muito incompetente, pois nem sempre encontro uma maneira tão tranquila de viver as coisas pequenas do dia a dia com os meus filhos. Sou vossa fã. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Gosto tanto! <3
    Especialmente do Miguel a chorar porque o avô é pai da mãe. ahahahahahahah :)

    ResponderEliminar
  3. "ele chora sempre que lhe digo que o avô é meu pai"
    tão querido!!! :)

    ResponderEliminar
  4. <3
    o meu filho também chora (e pede desesperadamente para deixar de o dizer) quando digo que o avô é meu pai.

    ResponderEliminar