quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

a chuva.

ela quis vestir o casaco que o avô lhe deu e que ainda está muito grande. estava sol e íamos para o parque. parámos para ver os pombos e os pardais. estavamos quase a chegar: o céu ficou cinzento: chovia. debaixo de uma varanda ela dançou e viu a chuva, ele comeu bolachas e viu a chuva, eu tirei fotografias e vi a chuva. e depois, quando já não chovia, fomos para casa.

 








2 comentários:

  1. Como de um nadica de nada se faz muita coisa!

    ResponderEliminar
  2. Estão tão grandes... como o tempo passa

    ResponderEliminar