segunda-feira, 19 de agosto de 2013

um dói-dói.

a maria estava sentada no chão, aborrecida.
perguntei-lhe se me queria ajudar. levantou-se num salto: sim!
mostrei-lhe o estendal cheio de roupa do mano.
pedi-lhe para a colocar na cesta.
ela pegou nas calças e eu, a lavar a loiça, olhei para o miguel sentado na cadeira a roer pão.
disse-lhe: olha miguel! já viste? a maria hoje vai trabalhar.
ela começou a chorar.
perguntei-lhe o que tinha. ela chorava.
sorri. achei engraçado.
disse: não gostas de trabalhar é maria? vai brincar.
e ela foi.

quando acabei de lavar a loiça peguei nele e fomos brincar com ela.
ela era a doutora e dava o remédio ao mano. e media-lhe a febre.
e depois ela disse: a maía não vai trabalhar mamã.
olhei para ela. ela continuou: a maía fica aqui, com a mamã. e o mano.

e eu percebi.
sempre que ela pergunta eu digo-lhe.
digo: o papá foi trabalhar.

para ela trabalhar é isso: é ir embora.
e depois continuou: a dar injecções. a auscultar.
ela surpreende-me muitas vezes.
desta vez também fiquei triste. segurei as minhas lágrimas.
disse-lhe só: doutora, tenho um dói-dói na barriga.

e ela sorriu.


7 comentários:

  1. Admiro a tua força! Cuidar de 2 crianças tão pequenas e falares sempre de uma forma tão doce, faz parecer que não custa nada e custa que sei tb tenho 2 seres pequenos em casa.Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. O meu filho também fica tristíssimo quando lhe dizemos que o pai vai trabalhar.
    Curiosamente, comigo, ele já não parece ficar tão triste... talvez porque eu trabalho no mesmo horário em que ele vai para a escola e o pai não...

    ResponderEliminar
  3. oh :') tão querida...
    e com uma cara de anjo!!!

    beijinho à sra. doutora!

    ResponderEliminar
  4. O carteira Vazia - eu sei que talvez este local não seja o mais próprio para divulgar uma página, mas não custa nada dar uma olhada rápida pelo meu blog. penso que toda a todos, a crise...

    http://ocarteiravazia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Ultimamente só me faz chorar a ler os seus posts... :)

    ResponderEliminar
  6. Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

    http://ocarteiravazia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. è impressionante as associações que os pequeninos fazem e que nós nem damos conta.
    espero que o dia em que "ir trabalhar" deixe de significar "ir embora" esteja perto

    **

    ResponderEliminar